Divisão de Neurocirurgia Funcional
Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina
Universidade de São Paulo

Programação / Estágio Médicos-Residentes

Os Médicos–Residentes de terceiro e quarto ano da Divisão de Clínica Neurocirúrgica do Departamento de Neurologia do HC-FMUSP estagiam por período de três meses no Grupo de Cirurgia de Nervos Periféricos, composto pelos Drs. Mario Siqueira (Coordenador), Roberto Martins e Luciano Foroni.

Atividades Didáticas

TERÇAS-FEIRAS

Reunião / Ambulatório: os residentes são responsáveis pelo preparo e apresentação das reuniões com temas de anatomia e semiologia relacionados aos principais nervos de interesse cirúrgico. Essa participação inclui também discussões a respeito de principais síndromes clínicas relacionadas a cada nervo.

      1. 1º Nervo Mediano (Anatomia e Semiologia)
      2. Nervo Ulnar (Anatomia e Semiologia)
      3. Eletroneuromiografia: Princípios Básicos para Cirurgiões
      4. Nervo Radial (Anatomia e Semiologia)
      5. Nervos Musculocutâneo e Axilar (Anatomia e Semiologia)
      6. Nervos Supraescapular, Toracodorsal e Torácico Longo (Anatomia e Semiologia)
      7. Métodos de Avaliação da Sensibilidade
      8. Nervo Ciático (Anatomia e Semiologia)
      9. Nervo Tibial (Anatomia e Semiologia)
      10. Casos Clínicos (Localização da Lesão e Conduta)
      11. Nervo Fibular (Anatomia e Semiologia)
      12. Nervos Femoral, Cutâneo Femoral Lateral e Obturatório (Anatomia e Semiologia)
      13. Nervos Ileoinguinal, Genitofemoral e Ileohipogástrico (Anatomia e Semiologia)

QUARTAS-FEIRAS

Serviço de Verificação de Óbitos da Capital – USP
Nessa atividade os residentes tem a possibilidade de dissecar as principais vias de acesso aos plexos e nervos periféricos em cadáveres sem fixação o que possibilita o treinamento prático e a elucidação de dúvidas relacionadas diretamente à cirurgia.

Discussão de Artigos Selecionados
A cada semana os residentes são responsáveis pela leitura crítica de artigos relacionados com temas gerais e específicos da cirurgia de nervos periféricos. Esses artigos são discutidos com os assistentes na semana seguinte. Os seguintes artigos são programados:

  1. Grant GA, Goodkin R, Kliot M – Evaluation and surgical management of peripheral nerve problems. Neurosurgery 44: 825-839, 1999
  2. Burnett MG, Zager EL. Pathophysiology of peripheral nerve injury: a brief review. Neurosurg Focus 2004; 16: 5 article 1.
  3. Lundborg G. A 25-year perspective of peripheral nerve surgery: evolving neuroscientific concepts and clinical significance. J Hand Surg (Am) 2000; 25: 391-414.
  4. IJkema-Paassen J, Jansen K, Gramsbergen A, Meek K. Transection of peripheral nerves, bridging strategies and effect evaluation. Biomaterials 2004; 25: 1583 – 1592.
  5. Kato N, Birch R. Peripheral nerve palsies associated with closed fractures and dislocations. Injury 2006, 37: 507-512.
  6. Rochkind S, Filmar G, Kluger Y, Alon M. Microsurgical management of penetrating peripheral nerve injuries: pre, intra- and postoperative analysis and results. Acta Neurochir Suppl 2007, 100: 21-24.
  7. Secer HI, Daneyemez M, Tehli O, Gonul E, Izci Y. The clinical, electrophysiologic, and surgical characteristics of peripheral nerve injuries caused by gunshot wounds in adults: a 40-year experience. Surg Neurol 69: 143-152, 2008
  8. Weber RV, MacKinnon SE. Bridging the neural gap. Clin Plast Surg 2005, 32: 605-16.
  9. Russell S, Kline D. Complication avoidance in peripheral nerve surgery: preoperative evaluation of nerve injuries and brachial plexus exploration—part 1. Neurosurgery 2006; 59 (Suppl 4): 441-448.
  10. Russell S, Kline D. Complication avoidance in peripheral nerve surgery: injuries, entrapments, and tumors of the extremities—part 2. Neurosurgery 2006; 59 (Suppl 4): 449-457.
  11. Pajardi G, Pegoli L, Pivato G, Zerbinati P. Endoscopic carpal tunnel release: our experience with 12.702 cases. Hand Surg 2008, 13: 21-6.
  12. Boya H, Zcan ZO, Zteki HHO. Long-term complications of open carpal tunnel release. Muscle Nerve 2008, 38: 1443-6.
  13. Palmer AK, Toivonen DA. Complications of endoscopic and open carpal tunnel release. J Hand Surg (Am) 1999 24: 561-5.
  14. Pondaag W, Malessy JA. Recovery of hand function following nerve grafting and transfer in obstetric brachial plexus lesions. J Neurosurg (1 Suppl Pediatrics) 2006, 105: 33-40.
  15. Htut M, Misra P, Anand P, Birch R, Carlstedt. Pain phenomena and sensory recovery following brachial plexus avulsion injury and surgical repairs. J Hand Surg (Br) 2006, 31: 596-605.

Atividades Assistenciais

Ambulatório:
Assistência com a supervisão dos assistentes ao doentes atendidos no Grupo de Cirurgia de Nervos Periféricos incluindo discussão dos casos nas terças-feiras à tarde.

Cirurgias:
Participação nas cirurgias programadas do Grupo de Cirurgia de Nervos Periféricos nos seguintes horários:
Segundas-Feiras – períodos da manhã e da tarde
Quintas-Feiras – períodos da manhã e da tarde

Avaliação

Ao término do estágio os Médicos-Residentes são submetidos a uma avaliação dos conhecimentos adquiridos durante o período, sob a forma de um teste escrito e uma arguição oral.