Avaliação e Tratamento do Doente com Dor

Estágio De Complementação Especializada

Nome do Programa Complementação Especializada em Avaliação e Tratamento do Doente com Dor
Coordenadores Dr. Daniel Ciampi A. de Andrade Prof. Dr. Manoel Jacobsen Teixeira
Titulação Doutor, Coordenador do Centro de Dor do Departamento de Neurologia. Professor Titular da Disciplina de Neurocirurgia
Departamento Departamento de Neurologia
Objetivos do Programa
  • Fornecer ao medico residente a formação em avaliação e tratamento do paciente com dor, bem como os mecanismos fisiopatológicos para o aparecimento das diferentes síndromes dolorosas.
  • Fornecer subsídios para que um médico neurologista reconheça as principais síndromes neurológicas e seu respectivo tratamento.
  • Revisar e fixar os conteúdos de Propedêutica Neurológica com ênfase em dor através do atendimento de casos nos diferentes ambulatórios do programa.
  • Permitir que o medico residente saiba interpretar exames subsidiários pedidos para doentes com quadros álgicos
  • Permitir que o medico residente saiba tomar as condutas adequadas diante de pacientes com diferemtes síndromes dolorosas, através do aprendizado prático em serviço.
  • Estimular a consolidação da relação médico-paciente, o respeito pelos pacientes e pelos colegas de equipe, assistentes e residentes.
Atividades Teórico-Práticas Obrigatórias
  1. Ambulatório didático: Minuciosa discussão de casos atendidos com a participação de médicos assistentes, docentes e residentes, a fim de cobrir os aspectos de epidemiologia, fisiopatologia, semiologia, diagnóstico e tratamento de doentes com dor
  2. Ambulatório de Pesquisa Clinica: enfoque na formação teórica-prática dos médicos em pesquisa clínica. O aluno participará de discussões de textos técnicos e publicações relacionadas à pesquisa clínica utilizando a dor relacionada ao câncer como modelo. Ênfase ao desenvolvimento de espírito critico em relação às pesquisas clínicas e à interpretação de seus resultados.
  3. Seminários: Discussões teóricas focadas na formação cientifica de residentes em pesquisa clinica e em temas fundamentais na formação de um neurologista com especialização em dor, cobrindo o conteúdo teórico básico da fisiopatologia, tratamento e avaliação do paciente com uma síndrome dolorosa.
  4. Palestra: Reunião semanal do grupo do dor em que todos os membros discutem um tema relevante da avaliação e tratamento do doente com dor crônica apos apresentação formal realizada por um convidado.
Atividades Práticas Obrigatórias Participação nos diferentes ambulatórios do serviço, nos quais deve haver discussão teórica dos casos atendidos e pratica da semiologia neurológica e da dor.

  1. Ambulatório de algias craniofaciais
  2. Ambulatório de dor no Amputado
  3. Ambulatório de dor no diabetes
  4. Ambulatório de dor no lesado medular
  5. Ambulatório de Dor no Paciente com Câncer – Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Otávio Frias de Oliveira, Instituto de Psiquiatria
  6. Ambulatório de Dor Pélvica Crônica
  7. Ambulatório de dor Pós-Acidente Vascular
  8. Ambulatório de Fibromialgia
  9. Ambulatório de Fisiatria- IOT
  10. Ambulatório de Liga de Dor
  11. Ambulatório de Lombalgias Primárias e Secundárias
  12. Ambulatório de Neuralgia Pós-Herpética
  13. Ambulatório de Triagem Centro de Dor
  14. Ambulatório Didático de Dor
Carga Horária Total 2880 horas
Duração do Programa 12 meses
Período do Programa 01/03/2013 a 28/02/2014
Período do Programa: 01/03/2013 a 28/02/2014
Pré-requisito: Graduação em Medicina e Residência Médica em Neurologia Clinica ou Neurocirurgia
Taxa de Inscrição R$ 100,00 (cem reais).
Período de inscrição 01 a 30.10.2012.
Período de Seleção 01 a 30.11.2012
Forma(s) de Seleção Prova escrita (três questões dissertativas sobre Neurologia) e entrevista
Período de Matricula 04.02.2013 a 15.02.2013
Taxa de Matrícula: R$ 300,00 (trezentos reais)
Mensalidade: Não há mensalidade a ser cobrada
Número de Vagas (mínimo e máximo): mínimo 1, máximo 3.
Forma(s) de Avaliação e critérios de aprovação final: Avaliação durante as atividade praticas em serviço e participação nos seminários, palestras e discussões de caso. Avaliação de tese de conclusão de curso ao final do programa.